saiba como definir o tom de voz da sua marca nas redes sociais

Saiba como definir o tom de voz da sua marca nas redes sociais

A maneira como uma marca se comporta, comunica e relaciona nas redes sociais faz parte de sua identidade. As redes sociais são um meio de mostrar a personalidade, valores, propósitos e, muitas vezes, até mesmo causas com que aquela empresa se identifica.

É essencial que a marca tenha um tom de voz para todas as suas ações e campanhas. Esse padrão precisa ser adequado ao tipo de mensagem que a empresa quer transmitir para o seu público-alvo e ser coerente com o branding já desenvolvido.

Neste artigo explicaremos sobre o tom de voz da marca e como é o processo de definição do padrão de linguagem para ações e campanhas nas redes sociais da sua empresa. Ficou interessado? Continue a leitura e entenda melhor como desenvolver a identidade da sua marca.                                         

O que é o tom de voz da marca e qual a sua importância?

O primeiro passo é entender o que é o tom de voz da marca e qual a sua importância para uma empresa. Ele nada mais é do que uma forma verbal, é a linguagem que será utilizada, de modo a transparecer a identidade e a personalidade da empresa.

Pode ser formal, descontraído, fazer uso de emojis, memes e outros recursos visuais. Tudo depende da imagem e da mensagem que a empresa quer passar para seu público-alvo. A definição desse tom faz parte do branding e da identidade de marca.

É importante tê-lo bem definido para humanizar a empresa, além de fortalecer e aproximar ainda mais a marca do seu cliente final. Para que faça sentido, essa linguagem deve ser mantida e utilizada em todos as peças e ações da marca.

Quais são as suas características?

A definição de um tom de voz coerente e eficaz pode levar tempo. O primeiro passo é a construção de uma persona e o levantamento dos valores, ideais, sonhos, objetivos e todo o contexto em que a marca está inserida.

O tom de voz precisa ser compatível com a cultura organizacional, de maneira que não destoe e seja de fácil associação. É importante entender que ele terá variações de acordo com o perfil de cada rede social ou local de aplicação.

Constantemente, revise a linguagem para verificar se está falando corretamente com o seu consumidor final. Refaça o perfil da sua persona e veja se seu tom está consistente com a realidade do seu público-alvo.

Quais empresas conseguem fazer assinaturas próprias?

Algumas marcas desenvolveram seu tom de voz de maneira tão forte nas redes sociais, que se tornaram referência. Além de fortalecer a marca, isso ajuda no engajamento do público e na obtenção de resultados, que acabam sendo mais positivos. Veja alguns exemplos a seguir.

Netflix

A rede de streaming Netflix está presente na maioria das redes sociais, sempre com uma linguagem descontraída, interagindo com os usuários e fazendo publicações de maneira divertida, criativa e atualizada.

Magazine Luiza

A rede varejista de eletrônicos e móveis chegou até a criar um personagem baseado em sua persona. A personagem ajuda a dar autoridade, reforça o tom de voz e fortalece a presença da marca. Além disso, interage com o público de modo mais fácil, ajudando diretamente no trabalho de fidelização.

Tanto Netflix quanto Magazine Luiza são bons exemplos de que é importante construir as próprias assinaturas e personalizações. Elas são essenciais para o público criar um vínculo com a marca, melhorando, inclusive, o nível de lembrança e reconhecimento.

Gostou de saber mais sobre o tom de voz da marca? Então aproveite para assinar nossa newsletter e receber mais conteúdos como este!

Open chat
Gostaria de saber mais sobre nossos planos?
Powered by
%d blogueiros gostam disto: