Atento ao que posta? Facebook combate post’s de baixa qualidade!

Atento ao que posta? Facebook combate post’s de baixa qualidade!

Como você classifica o seu último post no Facebook? De qualidade ou “mais ou menos”? Pois saiba que a própria rede social está avaliando cada um deles para determinar quem deve aparecer aos usuários e quem deve permanecer escondido.

No dia 10 de maio de 2017, o Facebook anunciou uma mudança no seu algoritmo responsável por classificar os conteúdos que os usuários veem nos seus respectivos feeds. A ideia era retirar (ou diminuir ao máximo possível) a proliferação de posts de qualidade duvidosa.

Para quem usa Marketing de Conteúdo para promover a sua empresa, a notícia é excelente. Quer saber por quê? Leia mais!

 

O que aconteceu e como o Facebook mudou?

Você está passando pelos muitos links e posts no seu feed no Facebook quando algo chama a sua atenção. É uma notícia absurda demais para ser verdade. Pode ser qualquer coisa: uma atriz famosa abandonou tudo para viver na Amazônia ou um cientista provou que a Terra é plana.

Você clica no link para saber mais sobre o assunto e, quando lê a matéria, vê que não é bem assim. Depois de um rápido Google, percebe que caiu em um conteúdo falso de alguma fazenda de cliques, que ganha dinheiro com a sua visita.

Foi para combater situações assim que o Facebook anunciou a mudança no seu algoritmo em maio de 2017. Para aprender a lidar com essa situação, os técnicos da plataforma analisaram milhares de posts e links para entender os padrões daqueles cujo conteúdo era de pouca qualidade.

Com base nesse estudo, eles desenvolveram uma inteligência artificial que consegue detectar quando um conteúdo é spam, ou pouco informativo ou sensacionalista. Com base nisso, a rede social pode bloquear ou esconder esses materiais para que os usuários não caiam nessas fraudes.

Além disso, o Facebook também é capaz de detectar quando o conteúdo linka para uma página que abusa de anúncios para ganhar dinheiro com a sua visita. Assim, os usuários deixam de ser incomodados sendo direcionados para sites com dezenas de pop-ups e propagandas.

 

Qual a importância de caprichar no post no Facebook?

Tendo isso em mente, fica clara a necessidade de produzir os melhores conteúdos possíveis para postar no Facebook.

Isso significa evitar criar títulos sensacionalistas para os artigos que promover por lá (garanta que seu post realmente entrega o que a manchete promete), não fazer spam dos seus conteúdos e não abusar de anúncios e propagandas no site da sua empresa.

Também mantenha em mente que, caso sua empresa já tenha feito isso assim alguma vez ou venha a fazer sem querer, não significa que o Facebook vai bloquear sua página. O alvo da rede social são aqueles que fazem isso frequentemente, com o algoritmo sabendo diferenciar quem comete um erro e quem explora esses posts.

 

Por que produzir conteúdo de qualidade na sua estratégia?

Um dos conceitos básicos do Marketing de Conteúdo é atrair o consumidor oferecendo informações relevantes e iniciar uma relação emocional com ele nesse momento. A conexão entre cliente e empresa é essencial para a estratégia funcionar.

Se a empresa produz um conteúdo fraco, que não soluciona nenhuma dúvida ou problema do leitor, então ele não tem motivos para voltar e consumir novos posts, criando uma conexão no processo. Se o consumidor se sente usado pela empresa, ele nunca mais retorna.

É por isso que é essencial que haja um foco especial na hora da produção de conteúdo, garantindo que o material produzido é útil e relevante para a persona da empresa.

Como deu para ver, a diminuição de conteúdos ruins nas redes sociais é excelente para quem faz Marketing de Conteúdo — e você já pode aproveitar isso no seu próximo post no Facebook.

Aproveite para compartilhar este artigo nas suas redes sociais e marque seus amigos e colegas de trabalho para saber a opinião deles sobre o tema!

 

 

Open chat
Gostaria de saber mais sobre nossos planos?
%d blogueiros gostam disto: